miércoles, 26 de noviembre de 2014
inicio
 
Form. permanente

Portada

La Provincia

|-¿Quiénes somos?

|-¿Dónde estamos?

|   |-En España

|   |-En Brasil

|   |-En MARAJÓ (Brasil)

|   |-En Argentina

|   \-En Venezuela

|-¿Qué hacemos?

|   |-Seminarios

|   |-Misión de Marajó

|   |-Centros educativos

|   |-Parroquias

|   |-Otros ministerios

|   \-Revista Santa Rita y el pueblo cristiano

|-Vicarías

|   |-Vicariato do Brasil

|   |-Vicaría de Argentina

|   \-Vicaría de Venezuela

|-Secretariados

|   |-Espiritualidad

|   |-Formación

|   |-Apost. Ministerial

|   |-Apost. Misional-Social

|   |-Apost. Medios Com. Social

|   |-Past. Juvenil y Vocacional

|   \-Apost. Educativo

|-Jóvenes Agustino-Recoletos (JAR)

|   |-Itinerario

|   |   |-Horizonte de Aventura

|   |   |-Horizonte de Amistad

|   |   |-Horizonte de Libertad (I-Grupos)

|   |   |-Horizonte de Libertad (II-Precomunidades)

|   |   \-Horizonte de Fraternidad

|   |-Oracional

|   |-Cancionero

|   \-Otros

|-Madres Mónicas

|-Relig. Difuntos ProvST

|-Causas de Canonización

|   |-Venerable Sor Mónica de Jesús (1889-1964)

Servicios

|-Santoral OAR

|   |-Enero/Janeiro

|   |-Febrero/Fevereiro

|   |-Marzo/Março

|   |-Abril

|   |-Mayo/Maio

|   |-Junio/Junho

|   |-Julio/Julho

|   |-Agosto

|   |-Sepbre./Setembro

|   |-Octubre/Outubro

|   |-Novbre./Novembro

|   \-Dicbre/Dezembro

|-Lectio Divina

|   |-Fiestas del Señor

|   |-LD Textos bíblicos

|   |-LD p Ciclo A

|   |   |-LD Adviento (A)

|   |   |-LD Nav-Epifanía (A)

|   |   |-LD Cuaresma-SS (A)

|   |   |-LD Pascua (A)

|   |   \-LD T. Ordinario (A)

|   \-LD p Ciclo C

|       |-LD Adviento (C)

|       |-LD Nav-Epifanía (C)

|       |-LD Cuaresma-SS (C)

|       |-LD Pascua (C)

|       \-LD T. Ordinario (C)

|-Año Litúrgico

|   |-Adviento

|   |   |-Ciclo A (Adv)

|   |   |-Ciclo B (Adv)

|   |   \-Ciclo C (Adv)

|   |-Navidad-Epifania

|   |   |-Ciclo A (Nav)

|   |   |-Ciclo B (Nav)

|   |   \-Ciclo C (Nav)

|   |-Cuaresma-Triduo Pascual

|   |   |-Ciclo A (Cua)

|   |   |-Ciclo B (Cua)

|   |   \-Ciclo C (Cua)

|   |-Pascua-Pentecostés

|   |   |-Ciclo A (Pas)

|   |   |-Ciclo B (Pas)

|   |   \-Ciclo C (Pas)

|   |-Tiempo Ordinario

|   |   |-Ciclo A (TO)

|   |   |-Ciclo B (TO)

|   |   \-Ciclo C (TO)

|   |-Fiestas del Señor

|   \-La Virgen María y los santos

|-Form. permanente

|   |-Proyecto trienal

|   |-Revitalización OAR

|   |-Agustinología

|   \-Espiritualidad

|-Materiales

|   |-Fraternidad Seglar

|   |-Past. Juvenil

|   |-Past. Vocacional

|   |-Catequesis

|   |-Past. Educativa

|   \-Año de la Vida Consagrada

|-La WEB (o SITE)

\-Webmail

Noticias

|-de la Iglesia

|-de la Orden

|   |-Cursos de Renovación

|   |-Capitulos Generales

|   |-Capitulos otras Prov.

|   |-Reuniones OAR

|   |-de la Curia General

|   \-Celebraciones y Jubileos

|-de la ONGd Haren Alde

|-de los Obispos OAR

|   |-Diócesis de Cametá (PA, Bra)

|   \-Prelatura do Marajó (PA, Bra)

|-de los Capítulos Provinciales

|   |-35º Cap. Provincial (2015)

|-desde España

|-desde Brasil

|-desde Argentina

|-desde Venezuela

|-Rev. Antena Informativa

Audiovisuales

Enlaces

|-Iglesia Católica (Santa Sede)

|-Conf. Episcopales y diócesis

|-Conf. Religiosos

|-Familia Agustino-Recoleta

\-Provincia Sto. Tomás de Villanueva

Contacta 
Bookmark and Share
Administrador - 14/09/2011

As pessoas nos perguntam: Por que invocamos Maria como Nossa Senhora da Consolação e Correia? Você nunca se perguntou?
Com certeza, muitas vezes você já se fez esta mesma pergunta. Vamos procurar lhe responder brevemente e com clareza. A devoção à Virgem Maria sob a invocação de Nossa Senhora da Consolação e Correia é divulgada pelos religiosos da Ordem Agostiniana. Os fiéis das comunidades, paróquias, obras, projetos e serviços, coordenados pelos padres agostinianos, cultivam intensamente esta devoção em todos os quatro cantos do mundo.

A invocação "Nossa Senhora da Consolação" está intimamente ligada à vida de Santo Agostinho. Segundo a tradição, Santa Mônica, angustiada pela morte de seu esposo e pelas lutas de seu filho Agostinho, procurou consolação em Nossa Senhora. Após muitas lágrimas, teve a alegria de ver seu filho no caminho da verdade e tomou como protetora a Consoladora dos Aflitos. Os padres agostinianos, herdeiros do espírito de Santo Agostinho, adotaram a devoção a Nossa Senhora da Consolação.

O significado do título "e Correia" é também muito importante: "cingir a correia" significa tomar a decisão de trabalhar pelo Reino de Deus. A Correia nos lembra que temos que estar prontos para tudo, "cingir as vestes", "arregaçar as mangas" e agir com muita disposição, com coerência, sem ficar reclamando e reclamando, de forma estéril, inútil e sem graça...

Existem várias tradições sobre a origem da devoção à Sagrada Correia. Uma delas está relacionada com o momento em que Nossa Senhora, após concluir a sua vida na terra, foi levada para junto do seu Filho. O apóstolo Tomé, inconsolável, foi até o sepulcro de Maria, onde não mais se encontrava o corpo de Nossa Senhora, mas apenas suas vestes e a correia por Ela usada. Tomé passou a cingir essa correia como lembrança da Santa Virgem e em sua devoção.

Uma outra tradição sobre a devoção à Sagrada Correia nos ensina que Nossa Senhora apareceu a Santa Mônica, vestida com a correia na cintura e lhe entregou a seguinte mensagem: "Recebe esta Correia Sagrada que cingiu este corpo que deu à luz o Salvador". Santa Mônica passou a usar essa Santa Correia e ensinou essa lição a seu filho Agostinho.

Os padres agostinianos receberam esse importante legado e essa gloriosa missão. Nós, comunidade Santo Agostinho, queremos "cingir a Sagrada Correia", "arregaçar as mangas" e cultivar em nossos corações a paixão incansável de Agostinho na busca da verdade, a amizade sincera e a dedicação total ao serviço da evangelização. Queremos ser uma comunidade de irmãos: a comunidade Santo Agostinho.

A invocação Nossa Senhora da Consolação foi aprovada pelo Papa Gregório XIII, em 1577. E sua festa é celebrada no primeiro domingo após o dia de Santo Agostinho (28 de agosto). Dessa forma, a festa é móvel.

A Arquiconfraria* de Nossa Senhora da Consolação e Correia é uma forma de honrar a Nossa Senhora. Foi fundada antes da paróquia, numa pequena capela particular dos padres agostinianos. Esta associação religiosa, aprovada pela Igreja, tem por finalidade incentivar um amor filial para com Nossa Mãe Maria e imitar suas virtudes.

  Votar:  
Resultado: 0 puntos0 puntos0 puntos0 puntos0 puntos   0 votos

SPC C2C Soluciones Integrales SPC C2C Soluciones Integrales